Dica da Nutri: Adoçantes, todos fazem bem?

Muito se fala que o açúcar é o vilão para a saúde, e que precisa ser diminuído e muitas vezes é retirado da alimentação.

E como forma de substituir o sabor doce dos alimentos, a maioria das pessoas trocam o açúcar o pro adoçante. Mas será que todo adoçante faz bem?

 

Inicialmente os adoçantes foram elaborados para um público especifico de pessoas que não podia consumir açúcar por motivos de saúde, no caso os diabéticos.

O adoçante, também conhecido como edulcorante, tem o poder de conferir o sabor doce aos alimentos sem elevar o teor de calorias e de glicose.

Porém vale ressaltar que nem todo adoçante é bom! Apesar dessa qualidade de não elevar a glicose, não adicionar calorias aos alimentos, deve ser ter atenção na escolha do produtos.

 

 

Existem adoçantes artificiais e Naturais.

Os adoçantes artificias são produzidos de forma artificial, alguns deles derivados do petróleo e devem ser evitados, pois estão associados ao surgimentos de algumas doenças, entre elas o câncer. Dentre os adoçantes artificias temos como a sacarina, aspartame e ciclamato de sódio.

 

 

Já os adoçantes naturais, são oriundos de fontes naturais, o que os tornam saudáveis para nosso organismo, dentre eles temos os esteviosídeo (estévia) , odo grupo doa polióis ( Eritol, Xylitol).

 

Em geral, recomenda-se que evite o consumo de adoçantes de maneira exagerada na sua alimentação diária. O ideal é habituar-se com o doce natural dos alimentos, e um uso moderado. E ter muita atenção ao consumir vários alimentos com adoçantes, como mates, gelatinas e iogurtes light ou zero, barras de cereal, sorvetes, chocolates. Produtos esses que são em sua grande maioria adoçados com produtos artificias.

 

 

 

 

Por: Barbara Luz CRN6 15256

Nutrição Clinica – Programa de Residencia IMIP
Gastronomia – UFRPE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *